sábado, 2 de julho de 2016

#Rio2016: Poste em rampa atrapalha acesso de cadeirante ao Parque Olímpico do Rio

Quando o fotógrafo Júlio Sousa levou a mãe, Virgínia, ao Parque Olímpico do Rio para assistir ao amistoso entre as seleções de handebol do Brasil e da Suíça, em um evento-teste para a Olimpíada, acreditou que seria uma boa oportunidade de diversão. Mas, uma falha na acessibilidade ao local prejudicou o passeio.

Virgínia depende de uma cadeira de rodas para se locomover desde que um acidente de carro, há 20 anos, lhe causou uma lesão cerebral que comprometeu sua capacidade motora. A entrada dela ao Parque Olímpico, no último domingo (26), foi dificultada por um poste que obstruía, justamente, a rampa de acesso para deficientes físicos.

“A obra foi entregue agora e tem um poste em frente à passagem dos cadeirantes. E tem uma faixa de pedestres. Existe a faixa e quando o cadeirante vai subir a calçada tem um poste”, reclamou Júlio.